Informações para pais e educadores
Header

Sobre

Este blog foi idealizado e criado para compartilhar com educadores e principalmente com pais minhas pesquisas e descobertas sobre educação de crianças e homeschooling. Espero que este trabalho (ainda em processo) lhes seja proveitoso para a educação de suas crianças.

fotografia de Mariana DiscacciatiMariana Discacciati Pazzini é formada em Artes Visuais e durante sete anos trabalhou dando aulas de Arte para crianças em centros culturais e escolas. Em 2008 começou a se interessar por educação infantil (em seu sentido mais global) e desde então vem estudando sobre o assunto, pesquisando sobre métodos, homeschooling, psicologia e desenvolvimento infantil e relações familiares.

16 Comentários

  • Petrônio Vasconcelos de Melo says:

    Olá Mariana.

    Quero parabenizá-la pela iniciativa. Que Deus a abençoe nessa caminhada.

    Estou acessando pela primeira vez o seu site, que conheci através do seu primeiro programa no blogtalkradio. Sou ouvinte assíduo do Prof Olavo de Carvalho, apesar de não concordar com ele em tudo, especialmente no ponto de vista teológico, admiro demais a visão política e filosófica dele. É um grande homem.

    Pois bem, sou casado e meu filho nascerá no fim de janeiro, se o SENHOR permitir. Quero saber se você tem alguma espécie de “manual” estilo passo-a-passo sobreo homeschooling. P. ex. idade para começar, idade para parar, técnicas empregadas etc.

    Vou pesquisar aqui no seu site para ver se encontro… mas se vocÊ já tem isso preparado, poderia me enviar?

    Obrigado! Fica na paz! e parabéns de novo!!!

    • Mariana says:

      Olá Petrônio!

      Muito obrigada! O Olavo é realmente um grande homem! Graças a Deus tive a oportunidade agora de conhecê-lo pessoalmente.
      Primeiramente, parabéns pelo filho que está por vir! Não tenho pronto algo como um manual, mas estou trabalhando para ajudar no que for possível. Na verdade seria ótimo se você e sua esposa começassem a se preparar desde já, principalmente sobre como irão educar o filho de vocês em seus primeiros anos de vida. E nisso este site pode ajudar. O site ainda está começando e ainda há muito conteúdo por vir. Na medida em que ele for crescendo vocês poderão continuar a pesquisar e estudar a partir das dicas que for dando aqui. A coisa funciona como a Margarita disse no primeiro programa: é preciso disposição e doação para que a educação em casa dê certo. Os pais que queiram educar seus filhos em casa precisam estar dispostos a estudar sobre educação e a pesquisar muito, mas isso é o que de melhor podem fazer! Fico feliz em ver os pais empenhados nessa tarefa!
      O homeschooling começará quando seu filho nascer: a educação moral, intelectual, afetiva, espiritual deve fazer parte do cotidiano da criança. Elas aprendem o tempo todo, inclusive observando nossas atitudes. Então não há algo como uma sala de aula para começar o homeschooling. Existem algumas abordagens para crianças mais novas que vale a pena pesquisar, aqui no blog você encontra posts sobre esses assuntos: educação clássica, método Montessori, Pikler. Na medida em que a criança crescer creio que ela poderá ter um tempo para um estudo mais direcionado. Espero ter te ajudado! Se você tiver dúvidas depois que ler os posts aqui do site, me envie e poderei tentar responder em algum post ou junto com a Margarita no programa do Blog Talk Radio. Continue também ouvindo o ”Margarita Noyes on Homeschooling”, pois a ideia é justamente esclarecer aos pais brasileiros do que se trata o homeschooling com base na experiência da professora Margarita.

      Abraço,
      Mariana

  • Marcel says:

    Olá Mariana! Sou licenciado em Matemática pela UFF. Há quatro anos educo meus filhos em casa e não sou nenhum expert em homeschooling, apenas resolvi seguir esse caminho, porque – enquanto professor de escola pública, pude perceber que aquele ambiente não era propício ao desenvolvimento moral e intelectual de meus filhos. Tenho aprendido muito em seu site e tenho ‘engolido’ os talkradio’s com Margarita Noyes. Tenho também tentado seguir a linha da educação clássica, mas com MUITAS dificuldades. Espero que este website possa continuar seguindo com aquilo que se propõe a fazer. Embora não eduquemos nossos filhos perfeitamente, por uma série de fatores, ainda conseguimos fazer melhor do que o MEC que toma por obrigação e sem concorrência está nobre arte dos pais educarem seus filhos. Deus abençoe seu trabalho!

    • Mariana says:

      Olá Marcel! Fico feliz em ajudar! Contei para a Margarita que você está gostando dos programas no Talk Radio e ela também ficou bastante contente. Definitivamente a escola pública não é um ambiente adequado para nenhuma criança ou jovem frequentar! Qual a idade dos seus filhos? Tenho muito interesse em saber quais dificuldades você tem tido em relação a Educação Clássica, talvez eu possa pesquisar e ajudar através de algum post aqui no blog ou de algum programa no Talk Radio. Saber as dificuldades que os pais no Brasil estão enfrentando é uma informação valiosa para mim. Obrigada pelo apoio!

      • Marcel says:

        Eu e minha esposa Priscila temos quatro filhos nas seguintes idades: 14, 9, 3 e 1. Atualmente comprei um livro sobre alfabetização pelo método fônico (computadorizado), mas ainda estou aguardando a chegada deste pelos correios. A minha dúvida quanto a educação clássica é sobre uma lista de coisas que devo fazer. Existe alguma lista de coisas, já pronta, que eu poderia usar para me orientar de forma mais sistematizada? Algo para melhorar na minha organização? (eu leio em inglês, então você poderia indicar algum site)A minha mais velha (14) leu alguns clássicos na tutoria do meu cunhado que você talvez conheça (Elienai, de Cabo Frio-RJ ). Nós chegamos a unir esforços em favor da educação dos nossos filhos (cada um de nós tem 4 filhos). Se eu tiver alguma orientação mais sistematizada poderei deixar minha esposa responsável por essa empreitada, já que ela dispõe de mais tempo do que eu. Por enquanto eu seguro as rédeas, porque tenho mais conhecimento na área e minha paixão por isso é um pouco maior. Obrigado!

        • Mariana says:

          Olá Marcel! Aqui no blog eu postei alguns artigos sobre educação clássica: você conhece o ensaio “As Ferramentas Perdidas da Aprendizagem”, da Dorothy Sayers? Creio que é leitura obrigatória para quem está pensando em educação clássica. Quanto a uma lista de coisas para fazer eu sugiro o livro “The Well Trained Mind”, que é um guia para os pais que querem fazer homeschooling seguindo a educação clássica. Este livro é ótimo e tem várias indicações de recursos para todas as idades e áreas. O site Trivium Pursuit também tem muitos artigos interessantes sobre educação clássica. Espero ter ajudado! Parabéns pela sua iniciativa de educar os filhos e pela numerosa família!

  • Alexandra Contocani says:

    Olá, Mariana!
    Sou Alexandra Contocani, pedagoga e professora de Artes Visuais desde 1993.
    Como você, iniciei minha trajetória profissional como professora de Artes Visuais e fui cada vez mais me interessando pela educação da crianças. Este interesse me levou a cursar pedagogia na USP, onde me formei há alguns anos. Atualmente sou professora de Artes de crianças pequenas e coordenadora pedagógica de uma escola na região da Granja Viana.
    Achei muito bacana sua iniciativa e espero que possamos trocar conhecimentos através de comentários como este.
    Atualmente estou pesquisando sobre a importância do afeto nos momentos destinados aos cuidados das crianças e tive acesso aos vídeos de Lóczy, que são elucidativos neste sentido. Cheguei ao seu site realizando uma pesquisa sobre Emmi Pikler na internet. Gostei muito da tradução do texto de Anna Tardos que você publicou. Você tem alguma outra bibliografia para indicar?
    Obrigada!
    Alexandra

    • Mariana says:

      Olá, Alexandra!
      Que interessante, de fato temos uma trajetória parecida! Também espero que possamos trocar conhecimentos, o blog está aberto para isto também. Me parece que o método da Emmi Pikler é muito pouco conhecido aqui e eu o conheci quando visitei um jardim de infância aqui em Belo Horizonte. No entanto, não me aprofundei nesse estudo: o que conheço do método foi através de conversas e de alguns vídeos que vi no jardim de infância e no YouTube…
      Um abraço,
      Mariana

  • Rachel Oliveira says:

    Mariana, parabéns pelo site. Tenho 3 filhas (5a, 2a e 5 meses). Sempre quis educar minhas filhas em casa e a mais velha só foi esse ano para escola por alguns fatores. Ainda não perdi o desejo e a esperança de educa-las em casa, mas estou completamente perdida de como faze-lo. Estou acessando alguns sites bons sobre o assunto e o seu é um deles. Gostaria muito de conversar e trocar idéias com pessoas que estão praticando, para saber como fazem com o cuidado da casa, os horários, o material, etc. Sei que temos dificuldade de contactar essas pessoas pelos motivos que a gente sabe muito bem. Sendo assim, se alguém puder escrever diretamente para mim, vai meu e-mail: chelmco@gmail.com
    Mais uma vez, parabéns e que Deus continue te abençoando a fim de ajudar tantos outros como eu.
    Abraços!

    • Mariana says:

      Olá, Rachel! Obrigada pelo apoio e parabéns por sua iniciativa e empenho na educação das suas filhas! Espero realmente que possamos cada vez mais estabelecer esses contatos entre as famílias. No que eu puder ajudar, estou à disposição.
      Um abraço!

  • Tainá Barros says:

    Olá Mariana,

    vi seu comentário do blog da Luciana Lachance e vim conhecê-lo. Gostei bastante! Parabéns!
    Ainda não tenho filhos, mas pretendo, quando tiver-los, educá-los em casa o máximo de tempo possível.
    Seu blog já está entre os que visitarei com frenquência. ^^

    Um abraço.

  • Yuri Calil says:

    Olá Mariana,

    Tenho um filho que completa seis meses agora.

    Por um tempo participei do curso de filosofia do Prof. Olavo e do de inglês da Margarita. Através do true outspeak acabei de ouvir sobre seu site.

    Parabéns mesmo… é sensacional. Deus abençoe a sua iniciativa.

    Talvez eu tenha q ler mais, todavia, gostaria de saber se você mora em BH? Ou trabalha em BH?

    Abs
    Yuri Calil

    • Mariana says:

      Olá, Yuri! Muito obrigada! Espero que aqui no blog você encontre informações que te auxiliem na educação do seu filhinho. Eu moro em Belo Horizonte sim!
      Abraço,
      Mariana

  • Selso says:

    Olá , tudo bem Mariana?
    minha mulher está grávida e eu vinha pensando em como educar através de literatura, já que o prof. Olavo afirma que isto é muito importante na formação das pessoas. Encontrei uma sugestão no endereço :

    http://educarparacrescer.abril.com.br/livros/index.shtml?utm_source=redesabril_educar&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_educar

    Achei interessante, mas como não sei nada sobre o assunto gostaria que – se puderes – fazer algum comentários sobre os livros sugeridos no link. Minha preocupação é em termos de conteúdo e a adequação destes às faixas etárias ali indicadas. Seriam alguns meio bobocas demais, ou muito avançados demais ?
    Como poderia eu, um analfabeto em pedagogia, saber classifica-los ?
    Parabéns pelo trabalho que vem fazendo e obrigado pela atenção.
    selso

    • Mariana says:

      Olá, Selso! Dei uma olhada em alguns livros dessa lista e não gostei muito: vários deles são livros com mensagens “politicamente corretas”, ou são meio bobocas mesmo, como você disse. Uma vez o Olavo disse que devemos ler para crianças apenas histórias que nós, adultos, também acharmos interessantes. Esse é um bom critério para escolher os livros. Outro é dar preferência para contos de autores como Oscar Wilde, Hans Christian Andersen, etc., fábulas, contos de fada. Às vezes nós nos surpreendemos com o quanto uma criança consegue apreender de um livro que a princípio julgávamos muito complexo para a faixa etária dela. Não é preciso ler sempre livros com textos muito simples, pois é perder a oportunidade de desenvolver a linguagem da criança. Um livro que tem uma coletânea de histórias maravilhosas para crianças e adultos é o “Livro das Virtudes” (veja este livro na barra lateral do blog, em “Livros indicados”). Existe também “O Livro das Virtudes para Crianças”, que traz uma seleção de algumas poucas histórias do “Livro das Virtudes”, com lindas ilustrações. Existem também várias publicações de fábulas de Esopo com ilustrações bonitas. E procure ler para seu filhinho desde os primeiros meses de idade, para que ele vá pegando a sonoridade do nosso idioma e desenvolvendo sua linguagem. Espero ter ajudado um pouco, qualquer dúvida estou a disposição. Parabéns pelo seu filho e fiquem com Deus!