Informações para pais e educadores
Header

Autocontrole e autoridade

17 de Abril de 2012 | Publicado por Mariana em Mensagem da Semana

Não respondais à cólera com cólera. Podeis exigir que a criança se domine quando vós mesmos não sois disso capazes? Ao contrário, em relação a uma tal criança dai prova de uma calma redobrada. Bater não adianta nada.

Assim como a calma impõe, o nervosismo superexcita. Os gestos bruscos desconcertam a criança: para ela, uma pessoa grande é, antes de tudo, alguém forte e calmo no domínio de si mesmo. Vendo-a encolerizada a ponto de exceder-se, vendo-a enervada, irritada e… irritante, seu respeito diminui e a autoridade perde a força.

Já se definiu a calma como a “majestade da força”. Domínio interior, que faz com que só se dê uma ordem importante depois de refletir e em conhecimento de causa, e que permite julgar com maior imparcialidade o que convém ao bem da criança. Domínio externo, transparência do interno, que se lê na serenidade do rosto, do olhar, da atitude, dos gestos, da linguagem.

A Arte de Educar as Crianças de Hoje – Pe. G. Courtois

Você pode acompanhar as respostas desse post através do RSS 2.0 Você pode deixar um comentário, ou trackback.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *