Informações para pais e educadores
Header

Leitura em voz alta: trabalho diário para o desenvolvimento da linguagem

23 de março de 2012 | Publicado por Mariana em Brincadeiras e atividades | Linguagem e literatura

Fotografia e uma mãe lendo para seus filhosLer para crianças é algo fundamental para o desenvolvimento da linguagem, da fala e da leitura. Abaixo compilo um trecho da tradução do artigo “Ten Things to Do with Your Child Before Age Ten”, escrito por Harvey e Laurie Bluedorn. São algumas dicas para quem quer colocar em prática a leitura em voz alta em casa, que pode ser, inclusive, uma atividade para se fazer com toda a família. O texto fala em duas horas diárias de leitura, mas no texto em inglês, mais completo, os autores fazem a ressalva de que esse tempo pode (e deve) ser dividido ao longo do dia. Enfim, se não der para os pais lerem o total de duas horas, que façam o possível para ler o máximo de tempo que puderem.

“Ao ler em voz alta para o seu filho, você ensina a ele o som das palavras e desenvolve o seu vocabulário enquanto aumenta o seu entendimento do mundo e desenvolve a sua imaginação. Sugerimos que você leia para o seu filho por pelo menos duas horas por dia. Leia a partir de uma boa variedade de literatura de qualidade: biografias e ficção histórica. Inclua livros de ciências, geografia, artes, música e história.

Três “Nãos”:

  1. Não tenha medo de ler livros com capítulos longos para os seus filhos. Uma criança de cinco anos é capaz de prestar atenção e de entender muito de livros como A Ilha do Tesouro e Viagem ao Centro da Terra.
  2. Não perca seu tempo lendo livros do tipo “fast-food”, como os do Babysitter Club [Clube da Babá] ou Nancy Drew.
  3. Não exija que seus filhos fiquem absolutamente quietos, sentados na cadeira enquanto você lê.

A maioria das crianças ouve muito melhor se estiver fazendo algo com as mãos. Nós permitíamos às nossas crianças brincar calmamente com seus brinquedos ou fazer algum trabalho manual ou desenhar ou qualquer coisa parecida enquanto líamos em voz alta, desde que não se distraíssem ou interrompessem.”

Você pode acompanhar as respostas desse post através do RSS 2.0 Você pode deixar um comentário, ou trackback.

8 Comentários

  • Gisela says:

    Olá Mariana,
    muito interessante este artigo, há alguns dias comecei a ler Moby Dick para meu filho, e agora vejo que demorei a tomar esta iniciativa, coincidentemente, estou adquirindo clássicos da literatura universal e, gostaria se possível, que vc indicasse livros que realmente estão fora de conceitos marxistas pois, apesar de serem clássicos da literatura universal, ainda assim, pode-se encontrar a possibilidade de conceitos contrários ao cristianismo. Agradeço desde já.
    Abraço
    Gisela

    • Mariana says:

      Olá Gisela,
      Atualmente estou trabalhando para selecionar bons livros de literatura infantil, mas por agora já indico dois: o do Oscar Wilde, “Histórias para aprender a sonhar” (veja o link para este livro em “Livros indicados”, na barra lateral aqui do blog), e as fábulas do Esopo (há várias publicações, ainda não sei quais são as melhores).
      Um abraço,
      Mariana

  • Luiz says:

    A partir de quantos anos?

  • ana says:

    oi mariana, tudo bem?

    fiquei muito contente em conhecer o seu site hoje.Fiquei lendo a manhã, quase toda.É muito bom! Parabéns e obrigada.
    Agora,com certeza vou me esforçar para fazer a leitura com minhas filhas.Tenho uma de 6 e outra de 9.Quais os livros que vc me indica??Para as duas idades?? Até que idade ler com elas?? E a leitura da mais velha, sozinha, deve existir também??
    Obrigada
    Feliz Ano Novo!!

    • Mariana says:

      Olá, Ana! Obrigada! Fico feliz em saber que o site está ajudando! Muitas pessoas perguntam sobre livros indicados, mas eu ainda não tenho uma lista para enviar. Mas sempre indico os clássicos: fábulas, contos… Alguns livros muito bons: “O Livro das Virtudes”, de William Bennett (há também “O Livro das Virtudes para Crianças”, do mesmo autor, porém menor e com lindas ilustrações), “Histórias para aprender a sonhar”, com belíssimos contos de Oscar Wilde, e a série “Crônicas de Nárnia”, de C. S. Lewis. A sua filha mais velha deve sim ser incentivada a ler sozinha, quanto melhor for a fluência dela em leitura, melhor ela conseguirá ler e, portanto, mais interesse e gosto terá. Não há como incentivar o gosto pela leitura se a criança tem dificuldades para ler.
      Um ótimo ano novo para você também! =)

  • BS says:

    Olá, Mariana.
    Há algum tempo tenho interesse por homeschooling e ensino de crianças. Tenho uma filha de quase dez anos. Eu li o comentário da internauta acima e tenho uma curiosidade: como eliminar ou ou pelo menos diminuir os efeitos de uma educação deficiente numa criança? Criança com dez anos deve-se fazer os exercícios de memorização de uma criança de 6 anos, por exemplo?

    Um abraço.

    • Mariana says:

      BS, sempre há como remediar os males e corrigir as falhas da educação, embora não seja tão fácil como ensinar certo desde o princípio. Recomendo sim que você faça exercícios de memorização com sua filha! São benéficos também para nós adultos, e os pais também têm que correr atrás do prejuízo para orientar e educar os filhos da melhor forma possível. O blog Como Educar Seus Filhos, do prof. Carlos Nadalim, traz dicas bem práticas que podem te auxiliar. Abraço.



Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *