Informações para pais e educadores
Header

Biografias de grandes homens para crianças

17 de novembro de 2011 | Publicado por Mariana em Biografias

O filme “Mãos Talentosas” (Gifted Hands: The Ben Carson Story, 2009) conta a história de superação do Dr. Benjamin Carson, um renomado neurocirurgião pediátrico americano. Quando criança, Ben Carson era tachado de burro na escola, suas notas eram péssimas e, para piorar a situação, tinha um temperamento agressivo. A educação que recebeu de sua mãe foi um dos fatores determinantes para o seu sucesso: ela acreditava em seu potencial e dava a ele todo o encorajamento para que conseguisse ter a formação que ela mesma não teve. A mãe de Ben Carson restringia as horas que ele e seu irmão passavam em frente à televisão e os obrigava a ler e escrever resumos de no mínimo dois livros por semana (embora ela mesma não pudesse lê-los).

Num depoimento que encontrei no YouTube, o Ben Carson da vida real fala sobre como naquela época leu bastante sobre histórias de vida de pessoas bem sucedidas. Isso é algo fundamental para a educação de crianças: devemos contar e ler para elas biografias de grandes homens para que impregnem seu imaginário com imagens de vidas virtuosas, bem sucedidas, onde homens atenderam suas verdadeiras vocações e seguiram valores elevados. Um bom começo seria contar às crianças algumas biografias de santos.

 

Tradução do vídeo:

Bem, eu fui afortunado o bastante por ter uma mãe que acreditou em mim quando ninguém mais acreditou. E ela se recusou em permitir que eu falhasse. E ela só nos permitia assistir pouco tempo de televisão e nos fazia ler livros. Quando todos estavam fora brincando nós tínhamos que ler livros. Mas, no processo de ler aqueles livros, eu li sobre muitas pessoas, pessoas bem sucedidas. E eu vim a perceber que a pessoa que mais tem a ver com o que acontece com você é você! Não é outra pessoa. Não é uma influência externa. Não é um fator ambiental. É você e as escolhas que você faz. E uma vez que eu percebi isso, a pobreza não me incomodou mais, porque eu sabia que eu poderia mudar isso. Nada realmente me incomodou mais, porque eu sabia que eu poderia mudar, independentemente do que fosse. E essa é a mensagem que eu estou tentando transmitir para as outras pessoas. Não importam quais tenham sido as circunstâncias nas quais você nasceu, desde que você tenha um cérebro normal. Porque o cérebro humano é o mais fabuloso sistema de órgãos no universo. Todos os cérebros humanos são. E eu posso lhe dizer, como um neurocirurgião, quando eu abro aquele crânio e retiro aquele osso e estou olhando para aquele cérebro, eu não tenho como dizer se aquele cérebro é da África, ou da Escandinávia, ou do Iran, ou da América do Sul, porque eles são todos iguais. E o fato é que é isso que nos faz ser quem realmente somos. A coisa externa é apenas embalagem. Realmente não significa nada. Eu acho que as pessoas colocam demasiada ênfase nas coisas erradas.

Você pode acompanhar as respostas desse post através do RSS 2.0 Você pode deixar um comentário, ou trackback.

Um Comentário

  • Jaqueline says:

    A importância do papel da mãe para o sucesso ou fracasso dos filhos é inegável. Que exemplo brilhante e inspirador! Obrigada por partilhar tanto material interessantíssimo!



Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *